Artigos

3.8: Extensão - Métodos de Ensino de Matemática


Parte 1

O que você precisa para ser um bom (OU ÓTIMO) professor de matemática!

  1. Conheça o seu assunto.
  2. Tenha paciência com seus alunos.
  3. Ser organizado.
  4. Ter boas habilidades de gerenciamento de sala de aula

Parte 2

Em sala de aula, assistiremos a vídeos de boas e más práticas de ensino. Veja Canvas para planilha.

Parte 3

Sua tarefa de casa é observar um professor (pessoalmente ou no youtube.com) e escrever sobre sua abordagem de gerenciamento de sala de aula (boa ou ruim). Transforme isso via Canvas.

Parte 4

Continue trabalhando na Khan Academy!


Os países asiáticos de melhor desempenho usam a abordagem & # x27mastery & # x27 para ensinar matemática nas escolas - e agora está se espalhando

A abordagem de domínio é usada predominantemente no Sul da Ásia e é particularmente prevalente em Xangai, China e Cingapura.

Sob a abordagem de domínio, os alunos aprendem um conceito específico antes de passar para idéias mais complexas, em uma progressão rigidamente linear, como Alexei Vernitski, professor sênior da Universidade de Essex, escreveu para a Conversação.

Ao usar a abordagem de domínio em Xangai, os alunos não são divididos em grupos separados, dependendo de suas habilidades intelectuais percebidas. Em vez disso, todos os alunos realizam o mesmo trabalho ao mesmo tempo antes de dominar e avançar para o próximo conceito juntos.

Por outro lado, a abordagem de mentalidade visa ensinar os alunos a ter uma compreensão mais intuitiva dos conceitos matemáticos e começa com um conceito mais amplo antes de decompor um problema matemático nas etapas específicas de resolução.

O modelo de ensino de abordagem de domínio tem ganhado força de forma constante no Reino Unido. Em 2015, 30 professores de Xangai, China, foram levados de avião para o Reino Unido pelo Departamento de Educação para ensinar a abordagem de domínio para professores de inglês.

O Guardian detalhou a experiência que uma escola baseada em Londres, a Fox School, teve quando a professora de Xangai Lilianjie Lu, trouxe a abordagem de domínio para uma sala de aula de alunos de 7 e 8 anos de idade:

“Lu começa pedindo às crianças que leiam as frações na tela. Uma criança dá a resposta - 'metade' - então o resto das crianças repete. Outra criança identifica uma terceira, todos repetem, um quarto, e assim por diante . "

"No final desta parte da aula, as crianças batem palmas - não uma salva de palmas ruidosa com gritos e vivas, mas cinco aplausos precisos em um ritmo definido. Em seguida, as crianças leem as frações novamente antes que Lu se mova sobre como escrever frações. "

“Há muitos cânticos e recitações que aos nossos ouvidos ingleses parecem um pouco estereotipados”, disse Ben McMullen, vice-diretor da Fox School, ao The Guardian. “Mas é uma forma de incorporar esse entendimento.”

Além disso, um estudo de 2015 de 140 escolas no Reino Unido pelo UCL Institute of Education e Cambridge University descobriu que a abordagem de domínio melhorou a velocidade com que os alunos aprendem habilidades matemáticas.

Além dos dados, a abordagem de domínio também teve ampla aceitação de outros especialistas em educação no Reino Unido.

"Os países no topo da tabela de resultados em educação matemática empregam uma abordagem de domínio para o ensino da matemática", escreveu Charlie Stripp, diretor do Centro Nacional de Excelência no Ensino de Matemática do Reino Unido, no site da organização.

"Os professores nesses países não diferenciam seu ensino de matemática restringindo a matemática que as crianças‘ mais fracas ’experimentam, enquanto encorajam as crianças‘ capazes ’a‘ progredir ’por meio de tarefas de extensão", continuou ele.

Stripp provavelmente está se referindo aos resultados do Programa de Avaliação Internacional de Alunos, ou PISA. O exame PISA é um estudo mundial conduzido a cada três anos pela Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Ele mede jovens de 15 anos em 65 países em matemática, ciências e leitura.

Os resultados do PISA de 2012, os dados mais recentes disponíveis (os resultados de 2015 devem ser divulgados em dezembro de 2016), mostram que os países asiáticos superaram em muito o Reino Unido e os EUA em matemática.

China - dividida nas distinções de Xangai, Taipei e Hong Kong - e Cingapura, varreram as quatro primeiras posições. O Reino Unido ficou em 24º lugar na lista e os EUA em 35º.

Mas nem todos os profissionais de educação acreditam na abordagem de domínio. Ruth Merttens, professora de educação primária na Universidade de São Marcos e São João, pensa que apontar apenas para a abordagem de domínio como a razão para grandes realizações ignora a ideia de que outros fatores podem estar em jogo.

"Não sabemos quais elementos da educação de Xangai produzem uma boa educação matemática", escreveu ela no The Guardian. “Uma coisa a notar, no entanto, é que os professores chineses têm uma formação educacional de cinco anos, especificamente voltada para o ensino de crianças do ensino fundamental, ao passo que reduzimos sistematicamente o tempo que damos aos professores estagiários”, continuou ela.

Da mesma forma, há especialistas que dizem que o sucesso dos alunos chineses em testes padronizados não deve ser anunciado como evidência de que os alunos chineses são mais bem-sucedidos do que os alunos de outros países.

"A educação chinesa produz excelentes resultados em testes, um resultado de curto prazo que pode ser alcançado por memorização mecânica e trabalho árduo", escreve Zhao, que cresceu na China e ensinou lá. "Mas, como o próprio governo chinês, ele não produz cidadãos com talentos diversificados, criativos e inovadores."

O sistema educacional chinês se destaca na transmissão de uma quantidade limitada de conteúdo e habilidades prescritas que seus alunos devem dominar, argumenta Zhao.

Ainda assim, com a pressão crescente para que os EUA e o Reino Unido melhorem sua posição nos exames internacionais de matemática, a questão de saber se eles devem se aproximar da abordagem de domínio provavelmente continuará.


Crianças pequenas e # x27s desenvolvendo habilidades matemáticas

Os provedores de cuidados infantis freqüentemente perguntam quando as crianças desenvolvem habilidades matemáticas básicas. As crianças começam a aprender algumas maneiras específicas de pensar sobre matemática nos primeiros 6 anos. Abaixo está uma breve lista de quando algumas dessas habilidades básicas normalmente se desenvolvem. Lembre-se de que cada criança é diferente e aprenderá cada uma dessas habilidades em momentos ligeiramente diferentes.

Crianças de 0 a 2 anos

  • usam todos os seus sentidos para identificar pessoas e objetos familiares
  • começar a prever e antecipar sequências de eventos
  • observe relações de causa e efeito
  • comece a classificar objetos de maneira simples, mas cuidadosa - por exemplo, brinquedos que rolam, brinquedos que não
  • use palavras para classificar objetos de acordo com características básicas, como tipo (animais de brinquedo, blocos)
  • começar a usar palavras de relacionamento e linguagem comparativa, como maior e menor

2 a 3 anos

  • comece a entender o conceito e o uso de números - por exemplo, perceba que quando eles contam seus biscoitos, cada um recebe um número
  • conte três ou quatro objetos, mas depois conte o mesmo objeto duas vezes ou pule objetos
  • entender muitas palavras direcionais e de relacionamento, como & # 8220straight & # 8221 e & # 8220behind & # 8221
  • pode encaixar grandes peças de quebra-cabeça no lugar, demonstrando uma compreensão das relações entre as formas geométricas
  • observam padrões nas coisas que veem e ouvem
  • fazer previsões de causa e efeito

3 a 4 anos

  • reconhecer e procurar formas geométricas no ambiente
  • gosta de classificar e classificar objetos, geralmente apenas uma característica de cada vez - cor, forma ou tamanho
  • começar a classificar as coisas pelos seus usos
  • observe e compare semelhanças e diferenças
  • use palavras para descrever as relações de tamanho e quantidade - & # 8220Minha tigela é a maior! & # 8221

4 a 5 anos

  • divirta-se jogando jogos envolvendo números
  • luta com classificações que não são óbvias
  • conte objetos ou pessoas até 10 ou 20 com menos contagem de saltos ou contagem dupla
  • entender que os símbolos representam padrões complexos
  • resolver quebra-cabeças de várias peças, reconhecendo e combinando formas geométricas
  • use conceitos como altura, tamanho e comprimento para comparar objetos

5 a 6 anos

  • começam a adicionar pequenos números em suas cabeças, mas ainda se sentem mais confortáveis ​​adicionando objetos reais que eles podem realmente tocar e mover
  • classificar os objetos de acordo com mais de uma característica - classificando os blocos redondos azuis e os quadrados vermelhos
  • usam seus períodos de atenção mais longos para se concentrar nas atividades que os interessam
  • use palavras posicionais para explicar as relações espaciais - por exemplo, & # 8220 no topo da mesa, & # 8221 & # 8220 atrás da cadeira & # 8221

Algumas dessas formas de pensar podem nem mesmo parecer matemática, e seus nomes podem parecer estranhos. Mas todas essas habilidades em desenvolvimento fornecem às crianças uma base sólida para a compreensão da matemática. Com a ajuda e o apoio de responsáveis ​​por creches e pais, as crianças aprendem gradualmente essas habilidades que ajudarão a prepará-las para a matemática formal mais tarde.

Para maiores informações

Para saber mais sobre o desenvolvimento de habilidades matemáticas básicas entre crianças pequenas em creches e para obter algumas ideias de atividades práticas, dê uma olhada nos seguintes artigos da eXtension Alliance for Better Child Care:


Abordagem de aprendizagem centrada no aluno

Enquanto os professores ainda são uma figura de autoridade em um modelo de ensino centrado no aluno, professores e alunos desempenham um papel igualmente ativo no processo de aprendizagem.

O papel principal do professor é treinar e facilitar o aprendizado do aluno e a compreensão geral do material, e medir o aprendizado do aluno por meio de formas formais e informais de avaliação, como projetos de grupo, carteiras de alunos e participação em classe. Na sala de aula centrada no aluno, ensino e avaliação estão conectados porque o aprendizado do aluno é medido continuamente durante a instrução do professor.


OBJETIVOS DO ENSINO DA MATEMÁTICA

  1. Ensino e aprendizagem do básico habilidades em cálculo para todos os alunos.
  2. Ensino de prático matemática
  3. Ensino de resumo conceitos matemáticos em uma idade precoce
  4. Ensino de áreas selecionadas da matemática
  5. Ensino de avançado matemática
  6. Ensino de heurísticas e outras estratégias de resolução de problemas para resolver problemas não rotineiros.

Análise de sistemas de atividades de ensino e aprendizagem de matemática em sala de aula: um estudo de caso de escolas secundárias japonesas

Os estudos comparativos internacionais sobre o ensino e a aprendizagem da matemática freqüentemente fornecem imagens unitárias e harmoniosas das práticas em sala de aula. Este artigo visa complementar esses estudos, descrevendo os aspectos complexos dessas práticas. Adotando a teoria da atividade como estrutura, este artigo considera o ensino e a aprendizagem da matemática em sala de aula como um sistema de atividades inserido em contextos sócio-históricos, analisa suas contradições e faz uma análise comparativa de diferentes práticas de ensino e aprendizagem de matemática no mesmo país. Como exemplo, são consideradas as aulas de matemática nas escolas secundárias japonesas. O sistema de atividade inicial das aulas de matemática nas escolas modernas japonesas veio do sistema de instrução para toda a classe e, então, gradualmente evoluiu para o estilo de aula de resolução de problemas. Esta última vem enfrentando desafios, e então um novo sistema de atividades emergiu de um novo paradigma de educação escolar. Argumenta-se que a análise de sistemas de atividades nos permite entender as contradições prevalecentes na educação matemática e que a análise comparativa de mais de um sistema na mesma cultura pode fornecer percepções valiosas.

Esta é uma prévia do conteúdo da assinatura, acesso através de sua instituição.


5. Compartilhe seus próprios pontos fortes e fracos

Para familiarizar os alunos com a ideia de aprendizagem diferenciada, pode ser benéfico Explique que nem todos desenvolvem habilidades e processam informações da mesma maneira.

Falar sobre seus próprios pontos fortes e fracos é uma maneira de fazer isso.

Explique - em um nível pessoal - como você estuda e revisa as lições. Compartilhe táticas que funcionam e não funcionam para você, incentivando os alunos a experimentá-las.

Isso não deve apenas ajudá-los a entender que as pessoas aprendem naturalmente de maneira diferente, mas também dar-lhes uma visão sobre como melhorar a forma como processam as informações.


  • Abordagens inovadoras de integração de tempo para o método (móvel) da técnica de linhas para PDEs
  • Otimização de alta dimensão da colocação do poço e operação do reservatório de óleo
  • Métodos adaptativos para PDEs - métodos de malha móvel e decomposição de domínio
  • Métodos de decomposição de domínio para PDEs em superfícies (com Colin MacDonald, Oxford)
  • Interessado em algum tópico de Análise Numérica? Contate-me!

Informações de contato

Estou localizado no campus principal do MUN, no Henrietta Harvey Building Office 2018. Posso ser contatado pelo telefone no ramal 8825 ou pelo telefone 709-864-8825 ou pelo FAX pelo telefone 709-864-3010 fora do campus. A melhor maneira de entrar em contato comigo é por e-mail em
rhaynes AT mun DOT ca
Claro, remova o "AT" e substitua pelo símbolo @ usual. Endereço de correio tradicional:


Quer escrever seu próprio Op-Ed?

Consideramos todos os envios com menos de 900 palavras.

Corey Drake é professor associado de formação de professores e diretor de preparação de professores na Faculdade de Educação da Michigan State University. Ela gostaria de agradecer a Tonia Land, Tonya Bartell, Erin Turner, Julia Aguirre, Mary Foote, Amy Roth McDuffie e Terry Flennaugh por impulsionar seu pensamento e trabalho na preparação de professores de matemática.

O Relatório Hechinger fornece relatórios detalhados, baseados em fatos e imparciais sobre educação, que são gratuitos para todos os leitores. Mas isso não significa que sua produção seja gratuita. Nosso trabalho mantém educadores e o público informados sobre questões urgentes nas escolas e nos campi em todo o país. Contamos toda a história, mesmo quando os detalhes são inconvenientes. Ajude-nos a continuar fazendo isso.


Um currículo reconhecido nacionalmente projetado para ajudá-lo a se tornar um professor de matemática altamente qualificado.

Estima-se que 12 cursos não oficiais sejam realizados por seu diploma de associado, deixando 27 cursos.

Na WGU, projetamos nosso currículo para ser oportuno, relevante e prático - tudo para garantir que seu diploma seja a prova de que você realmente conhece suas coisas.

Cada curso se concentra em um conjunto de competências claramente definidas que você deve provar que aprendeu - por meio de testes, trabalhos, projetos ou outras avaliações. Demonstrar domínio é como você passa em um curso, então aprender o que é necessário para se destacar em sua carreira é o cerne do currículo de Bacharelado em Ciências, Educação Matemática (séries intermediárias).

É tudo uma questão de relevância no mundo real, então cada momento que você passa estudando é um tempo bem gasto. Isso significa que o que você está aprendendo em seu programa de graduação será diretamente aplicável quando você for empregado como professor de matemática do ensino médio.

Cursos realizados por seu diploma de associado.

Esta é uma estimativa não oficial dos seus créditos transferíveis. Você pode receber mais ou menos créditos, dependendo dos cursos específicos realizados para concluir seu diploma e outros créditos que possa ter.

Abaixo estão os cursos previstos que serão realizados com base na sua indicação de que obteve um diploma de associado. Durante o processo de inscrição esta informação será verificada.

Cursos neste programa.

Este programa compreende os seguintes cursos. Alguns podem ser dispensados ​​por meio da transferência de sua experiência anterior na faculdade. O resto você completará um de cada vez à medida que avança no programa, trabalhando com o seu Mentor do Programa a cada período para construir seu Plano de Graduação personalizado. Você trabalhará em cada curso o mais rápido que puder estudar e aprender o material. Assim que estiver pronto, você será aprovado na avaliação, concluirá o curso e seguirá em frente. Isso significa que você pode terminar quantos cursos puder em um período, sem nenhum custo adicional.

Matemática finita abrange o conhecimento e as habilidades necessárias para aplicar matemática discreta e propriedades de sistemas numéricos para modelar e resolver problemas da vida real. Os tópicos incluem conjuntos e operações de números primos e compostos do maior denominador comum (GCD) e do mínimo múltiplo comum (LCM), ordem de operações ordenando sistemas matemáticos de números, incluindo aritmética modular, proporção de sequências aritméticas e geométricas e subconjuntos de proporções de árvores de gráficos de tabelas lógicas e verdadeiras de números reais e redes e permutação e combinação. Não há pré-requisitos para este curso.

Este curso introdutório às humanidades permite que os candidatos pratiquem as habilidades essenciais de redação, comunicação e pensamento crítico, necessárias para se envolver em interações cívicas e profissionais como adultos maduros e informados. Seja por meio do estudo de literatura, artes visuais e cênicas ou filosofia, todos os cursos de humanidades enfatizam a necessidade de formar respostas fundamentadas, analíticas e articuladas a obras culturais e criativas. O estudo de uma ampla variedade de trabalhos criativos permite que os candidatos entrem com mais eficácia na comunidade global com uma perspectiva ampla e esclarecida.

Este curso fornece mais aplicações e análises de conceitos e funções algébricas por meio de modelagem matemática de situações do mundo real. Os tópicos incluem: números reais, expressões algébricas, equações e inequações, gráficos e funções, funções polinomiais e racionais, funções exponenciais e logarítmicas e sistemas de equações lineares.

Este curso apresenta um levantamento amplo e temático da história dos EUA, desde a colonização europeia até meados do século XX. Os alunos explorarão como os eventos históricos e os principais temas da história americana afetaram uma população diversificada.

Este curso fornece aos alunos uma visão geral dos princípios básicos e ideias unificadoras das ciências físicas: física, química e ciências da terra. Os materiais do curso enfocam o raciocínio científico e as aplicações práticas e diárias dos conceitos das ciências físicas para ajudar os alunos a integrar o conhecimento conceitual com habilidades práticas.

Composição em inglês I apresenta aos candidatos os tipos de escrita e pensamento valorizados na faculdade e depois dela. Os candidatos praticarão a escrita em vários gêneros, com ênfase na redação e na revisão de argumentos acadêmicos. A instrução e os exercícios de gramática, mecânica, documentação de pesquisa e estilo são combinados com cada módulo para que os escritores possam praticar essas habilidades conforme necessário. Composição I é um curso básico projetado para ajudar os candidatos a se prepararem para o sucesso no nível universitário. Não há pré-requisitos para a Composição I em inglês.

O Inglês Composição II apresenta aos candidatos os tipos de pesquisa e redação que são valorizados na faculdade e além. Os candidatos praticarão a escrita, com ênfase na pesquisa, na redação e na revisão de um argumento acadêmico. A instrução e os exercícios de gramática, mecânica, documentação de pesquisa e estilo são combinados com cada módulo para que os escritores possam praticar essas habilidades conforme necessário. Composição II é um curso básico projetado para ajudar os candidatos a se prepararem para o sucesso no nível universitário. A Composição I é o pré-requisito para a Composição II.

Este curso introdutório à comunicação permite que os candidatos se familiarizem com as teorias e práticas fundamentais da comunicação, necessárias para se engajar em relacionamentos profissionais e pessoais saudáveis. Os candidatos farão um levantamento da comunicação humana em vários níveis e aplicarão criticamente a fundamentação teórica do curso em contextos interpessoais, interculturais, de pequenos grupos e de apresentação pública. O curso também incentiva os candidatos a considerar a influência da linguagem, percepção, cultura e mídia em suas interações comunicativas diárias. Além da teoria, os candidatos se envolverão na aplicação de habilidades de comunicação eficazes por meio da preparação e entrega sistemáticas de uma apresentação oral. Ao praticar essas habilidades fundamentais na comunicação humana, os candidatos se tornam comunicadores mais competentes à medida que desenvolvem práticas comunicativas mais flexíveis, úteis e discriminatórias em uma variedade de contextos. Nota: Existem referências neste vídeo para Taskstream. Se o fluxo de tarefas não fizer parte de sua experiência de aluno, desconsidere e localize sua (s) tarefa (s) dentro de seu curso.

Política americana e a Constituição dos EUA examina a evolução do governo representativo nos Estados Unidos e as interpretações em mudança dos direitos e liberdades civis protegidos pela Constituição. Este curso dará aos candidatos uma compreensão dos poderes dos ramos do governo federal, as contínuas tensões inerentes a um sistema federal, a mudança no relacionamento entre os governos estadual e federal e as interações entre os governantes eleitos e o eleitorado em constante mudança. Este curso enfocará tópicos como o papel de uma imprensa livre em uma democracia, o impacto das mudanças demográficas na política americana e os debates sobre a expansão dos direitos civis. Após a conclusão do curso, os candidatos devem ser capazes de explicar as funções básicas do governo federal, descrever as forças que moldam a política e a política americanas e estar mais bem preparados para participar das instituições cívicas dos Estados Unidos. Este curso não tem pré-requisitos.

Probabilidade e Estatística Aplicadas ajudam os candidatos a desenvolver competência nos conceitos fundamentais de estatística básica, incluindo álgebra introdutória e gráficos de regressão estatística descritiva e correlação e probabilidade. Dados estatísticos e probabilidade são usados ​​na vida cotidiana, ciência, negócios, tecnologia da informação e ambientes educacionais para tomar decisões informadas sobre a validade dos estudos e o efeito dos dados nas decisões. Este curso discute o que constitui um projeto de pesquisa sólido e como modelar fenômenos apropriadamente usando dados estatísticos. Além disso, o conteúdo cobre cálculos de probabilidade simples com base em eventos que ocorrem nas indústrias de negócios e TI. Nenhum pré-requisito é exigido para este curso.

Este curso é uma introdução fundamental às ciências biológicas. As teorias abrangentes da vida da pesquisa biológica são exploradas, bem como os conceitos e princípios fundamentais do estudo dos organismos vivos e sua interação com o meio ambiente. Os conceitos-chave incluem como os organismos vivos usam e produzem energia, como a vida cresce, se desenvolve e reproduz como a vida responde ao meio ambiente para manter a estabilidade interna e como a vida evolui e se adapta ao meio ambiente.

Este curso oferece uma introdução ao uso do método científico e ao engajamento em pesquisas científicas para chegar a conclusões sobre o mundo natural. Você projetará e realizará um experimento para investigar uma hipótese por meio da coleta de dados quantitativos.

Trigonometria e pré-cálculo abrange o conhecimento e as habilidades necessárias para aplicar trigonometria, números complexos, sistemas de equações, vetores e matrizes e sequências e séries e usar a tecnologia apropriada para modelar e resolver problemas da vida real. Os tópicos incluem graus radianos e ângulos de referência de arcos e trigonometria de triângulo retângulo aplicando, gráficos e transformando funções trigonométricas e seus inversos resolvendo equações trigonométricas usando e comprovando identidades trigonométricas abordagens geométricas, retangulares e polares para números complexos Teorema de DeMoivre sistemas de equações lineares e matriz-vetor sistemas de equações de sistemas de equações não lineares de desigualdades e sequências e séries aritméticas e geométricas. Álgebra da faculdade é um pré-requisito para este curso.

College Geometry abrange o conhecimento e as habilidades necessárias para usar a tecnologia dinâmica para explorar a geometria, para usar o raciocínio axiomático para provar afirmações sobre geometria e para aplicar modelos geométricos para resolver problemas da vida real. Os tópicos incluem sistemas axiomáticos, provas analíticas, geometria coordenada, geometria euclidiana plana e sólida, geometrias não euclidianas, construções, transformações, raciocínio dedutivo e tecnologia dinâmica. Álgebra universitária, bem como trigonometria e pré-cálculo são pré-requisitos.

Probabilidade e estatística I abrange o conhecimento e as habilidades necessárias para aplicar probabilidade básica, estatística descritiva e raciocínio estatístico, e para usar a tecnologia apropriada para modelar e resolver problemas da vida real. Ele fornece uma introdução à ciência de coleta, processamento, análise e interpretação de dados, incluindo representações, construções e interpretação de exibições gráficas (por exemplo, boxplots, histogramas, gráficos de frequência cumulativa, gráficos de dispersão). Os tópicos incluem a criação e interpretação de resumos numéricos e exibições visuais de linhas de regressão de dados e métodos de amostragem de avaliação de correlação e seus efeitos em possíveis conclusões, projetando estudos observacionais, experimentos controlados e pesquisas e determinando probabilidades usando simulações, diagramas e regras de probabilidade. Os candidatos devem ter concluído um curso de Álgebra Universitária antes de iniciar este curso.

Cálculo I é o estudo das taxas de variação na inclinação de uma curva e cobre o conhecimento e as habilidades necessárias para usar o cálculo diferencial de uma variável e a tecnologia para resolver problemas básicos. Os tópicos incluem funções gráficas e encontrar seus domínios e limites de faixas, continuidade, diferenciabilidade, abordagens visuais, analíticas e conceituais para a definição da derivada, as regras de potência, cadeia e soma aplicadas a funções polinomiais e exponenciais, posição e velocidade e L ' Regra de Hopital. O pré-cálculo é um pré-requisito para este curso.

Matemática: o conhecimento do conteúdo do ensino médio foi projetado para ajudar os candidatos a refinar e integrar o conhecimento do conteúdo da matemática e as habilidades necessárias para se tornarem professores de matemática do ensino médio bem-sucedidos. Um alto nível de habilidades de raciocínio matemático e a capacidade de resolver problemas são necessários para concluir este curso. Os pré-requisitos para este curso são Geometria da Faculdade, Probabilidade e Estatística I e Pré-cálculo.

O Aprendizado e Ensino de Matemática ajudará os alunos a desenvolver o conhecimento e as habilidades necessárias para se tornarem futuros educadores e praticantes. Os alunos serão capazes de usar uma variedade de estratégias de ensino para facilitar efetivamente o aprendizado da matemática. Este curso se concentra na seleção de recursos apropriados, usando várias estratégias e planejamento de instrução, com métodos baseados em pesquisa e resolução de problemas. Uma compreensão profunda do conhecimento, habilidades e disposição da pedagogia matemática é necessária para se tornar um educador matemático secundário eficaz. Não há pré-requisitos para este curso.

Álgebra para ensino de matemática secundária explora fundamentos conceituais importantes, equívocos comuns dos alunos e formas de pensar, uso apropriado de tecnologia e práticas de ensino para apoiar e avaliar o aprendizado de álgebra. Os professores do ensino médio devem ter uma compreensão do seguinte: álgebra como uma extensão de número, operação e quantidade várias ideias de equivalência pertencentes a estruturas algébricas padrões de mudança como covariação entre quantidades, conexões entre representações (tabelas, gráficos, equações, modelos geométricos, contexto ) e o desenvolvimento histórico de conteúdo e perspectivas de diversas culturas. Em particular, este curso se concentra em uma compreensão mais profunda de números racionais, razões e proporções, significado e uso de variáveis, funções (por exemplo, exponencial, logarítmico, polinomial, racional, quadrático) e inversos. Cálculo I é um pré-requisito para este curso.

Neste curso, você aprenderá sobre uma variedade de ferramentas tecnológicas para fazer matemática e desenvolverá uma ampla compreensão do desenvolvimento histórico da matemática. Você compreenderá que a matemática é um assunto muito humano que vem da varredura de nível macro da mudança cultural e social, bem como das ações de nível micro de indivíduos com motivações pessoais, profissionais e filosóficas. Você se concentrará no desenvolvimento histórico da matemática, incluindo contribuições de figuras significativas e diversas culturas. Mais importante, você aprenderá a avaliar e aplicar ferramentas tecnológicas e informações históricas para criar um ambiente enriquecedor de aprendizagem matemática centrado no aluno.

Instrução e intervenções de leitura secundária explora o modelo de resposta à intervenção (RTI) abrangente e centrado no aluno, usado para identificar e atender às necessidades dos alunos no ensino fundamental e médio que lutam com a compreensão da leitura e / ou retenção de informações. O conteúdo do curso fornece aos educadores estratégias eficazes destinadas a estruturar a instrução e ajudar os alunos a desenvolver habilidades aprimoradas nas seguintes áreas: leitura, vocabulário, estruturas e gêneros de texto e raciocínio lógico relacionado às disciplinas acadêmicas. Este curso foi elaborado para ser realizado após a conclusão bem-sucedida do curso de Introdução ao Currículo, Instrução e Avaliação OU Introdução ao Planejamento Instrucional e Apresentação E Planejamento Instrucional e Apresentação em Educação Especial.

A Alfabetização Disciplinar Secundária examina as estratégias de ensino projetadas para ajudar os alunos do ensino fundamental e médio a melhorar as habilidades de alfabetização necessárias para ler, escrever e pensar criticamente enquanto se envolvem com o conteúdo em diferentes disciplinas acadêmicas. Os temas incluem explorar como as estruturas da linguagem, recursos de texto, vocabulário e contexto influenciam a compreensão da leitura no currículo. O curso destaca estratégias e ferramentas projetadas para ajudar os professores a avaliar a compreensão de leitura e a proficiência de escrita dos alunos e fornece estratégias para apoiar o sucesso de leitura e escrita dos alunos em todas as áreas do currículo. Este curso não tem pré-requisitos.

Ensino no ensino médio examina os princípios orientadores e as melhores práticas de ensino para educar os alunos do ensino médio. O curso explora a história do ensino médio, a filosofia, a teoria e os fundamentos da organização do ensino médio e as diferenças entre as escolas de ensino fundamental, médio e médio. O curso também examina as necessidades específicas dos alunos do ensino médio e os métodos de ensino usados ​​para atender às necessidades desses alunos. Este curso não tem pré-requisitos.

Experiências pré-clínicas em matemática fornecem aos alunos a oportunidade de observar e participar de uma ampla gama de experiências de ensino em sala de aula, a fim de desenvolver as habilidades e a confiança necessárias para ser um professor eficaz. Os alunos refletirão e documentarão as 75 horas de observação e experiência em sala de aula em suas avaliações de desempenho. Antes de entrar na sala de aula para as observações, os alunos deverão atender a vários requisitos, incluindo uma verificação de antecedentes limpa, notas de aprovação no estado ou exame de habilidades básicas exigidas WGU e um currículo completo.

O Ensino de Demonstração Supervisionado em Matemática envolve uma série de observações de desempenho em sala de aula pelo professor anfitrião e pelo supervisor clínico que desenvolve dados de desempenho abrangentes sobre as habilidades do candidato a professor.

O Ensino de Demonstração Supervisionado em Matemática envolve uma série de observações de desempenho em sala de aula pelo professor anfitrião e pelo supervisor clínico que desenvolve dados de desempenho abrangentes sobre as habilidades do candidato a professor.

O Ensino de Demonstração Supervisionado em Matemática envolve uma série de observações de desempenho em sala de aula pelo professor anfitrião e pelo supervisor clínico que desenvolve dados de desempenho abrangentes sobre as habilidades do candidato a professor.

Supervised Demonstration Teaching in Mathematics involves a series of classroom performance observations by the host teacher and clinical supervisor that develop comprehensive performance data about the teacher candidate’s skills.

Cohort Seminar provides mentoring and supports teacher candidates during their demonstration teaching period by providing weekly collaboration and instruction related to the demonstration teaching experience. It facilitates their demonstration of competence in becoming reflective practitioners, adhering to ethical standards, practicing inclusion in a diverse classroom, exploring community resources, building collegial and collaborative relationships with teachers, and considering leadership and supervisory skills.

Professional Portfolio requires candidates to create an online teaching portfolio that demonstrates professional beliefs, growth, and effective teaching practices from the Demonstration Teaching experience. The portfolio includes reflective essays (educational beliefs, professional growth, and collaboration with stakeholders) and professional artifacts (resume and artifacts with commentary on academic language, systems of student support, education technology, and professional communication with families) developed and acquired during Demonstration Teaching.

The Teacher Performance Assessment is a culmination of the wide variety of skills learned during your time in the Teachers College at WGU. In order to be a competent and independent classroom teacher, you will showcase a collection of your content, planning, instructional, and reflective skills in this professional assessment.

The School as a Community of Care is a key component of WGU's Professional Core and is a required course for all initial licensure candidates. This course prepares candidates to meet the social and emotional needs of learners, taking into account theories and philosophical perspectives on child and adolescent development and learning. Candidates learn to effectively collaborate with parents, families, caregivers, and other community stakeholders in each child's education, to build a strong foundation for academic and personal success. Emphasis is placed on family engagement as candidates gain knowledge of individual, cultural, and community assets that can be used to facilitate learner growth and development, as well as understand mental health and emotional differences among learners that may necessitate leveraging additional resources to support students' wellbeing. Issues of youth mental health, substance abuse, suicide awareness and prevention, and abuse within families will be addressed as will the importance of parent involvement. Candidates will engage in seven hours of preclinical experiences, which include visual observations of learning environments that involve parents and families in their children's' education while supporting the social and emotional learning (SEL) needs of learners and an interview with an educational professional to explore topics related to parent involvement, youth mental health issues, and professional responsibilities to ensure student wellbeing. Additionally, crosscutting themes of technology and diversity are interwoven for further development. This course is designed to be taken after successful completion of the Educational Psychology and Development of Children and Adolescents course.

Introduction to Curriculum, Instruction, and Assessment is a key component of WGU's Professional Core and is a required course for all initial licensure candidates. This course provides candidates with the knowledge and skills necessary to create engaging and standards-aligned lessons that meet the needs of all learners. Candidates will learn to analyze learner needs based on a variety of inputs, including their state P–12 standards, assessment results, and knowledge of learner differences. This course will help candidates design, deliver, and modify instruction in accordance to needs and educational requirements. Candidates will engage in three hours of preclinical experiences that include virtual classroom observations. They also will record a short teaching segment, allowing for authentic teaching experience. Crosscutting themes of technology and diversity are interwoven for continued development. This course is designed to be taken after successful completion of the Managing Engaging Learning Environments course.

Educational Technology for Teaching and Learning is a key component of WGU's professional core and is a required course for all initial licensure candidates. This course prepares candidates to incorporate technology into their classroom practices in ways that improve teaching and learning. The ISTE standards will form the basis for their practice. The material will teach candidates to critically evaluate software and hardware options that may positively impact the classroom environment, while also increasing their awareness of ethical usage and considerations related to equity, access to technology, and appropriate use of technology by P–12 students. Assistive technologies to meet the needs of a diverse learner population also will be taught in this course. Candidates will engage in three hours of preclinical experience that include virtual observations of classroom practices incorporating technology to support educational goals. Crosscutting themes of technology and diversity are interwoven for further development. This course is designed to be taken after successful completion of the Assessing Impact on Student Learning course.

Assessing Impact on Student Learning is a key component of WGU's Professional Core and is a required course for all initial licensure candidates. This course equips candidates to evaluate student learning and their own professional practice, ensuring candidates are prepared to ensure all learners' success. In this course, candidates learn multiple methods of assessment to ensure they are able to implement a balanced approach to assessment while monitoring their students’ progress. Assessments types such as formative, summative, standardized, and common assessments are addressed so candidates understand their purposes and can apply them within the context of a lesson to determine impact on learning. Data literacy skills are taught to ensure candidates interpret and analyze individual and classroom data and apply their knowledge in ways that support academic success. Candidates will engage in three hours of preclinical experiences that include virtual classroom observations. Cross-cutting themes of technology and diversity are interwoven for further development. This course is designed to be taken after successful completion of the Introduction to Curriculum, Instruction, and Assessment course.

Educational Psychology and Development of Children and Adolescents is a key component of WGU’s Professional Core and is a required course for all initial licensure candidates. This course prepares candidates to support classroom practices grounded in research-validated principles from the areas of educational psychology and child/adolescent development. Candidates will be introduced to learning theories that equip them with the knowledge and skills necessary to support the diverse populations of students with whom they will interact. This course addresses theories of human development, spanning early childhood through adolescence, and candidates completing this course will be able to explain and analyze the guiding perspectives on linguistic, physical, cognitive, and social development. This course will also cover appropriate instructional and assessment strategies to support student learning and development. Candidates will engage in four hours of virtual classroom observations related to issues in educational psychology and learner development. Cross-cutting themes of technology and diversity are interwoven for further development. This course is designed to be taken after successful completion of the Educational Foundations course.

Managing Engaging Learning Environments is a key component of WGU's Professional Core and is a required course for all initial licensure candidates. This course prepares candidates to establish and contribute to safe and productive learning environments that support the success of all learners by ensuring student engagement and motivation for learning. Candidates will learn strategies, such as incorporating consistent routines and expectations, to provide positive behavior supports, increase learner motivation, promote active learning and self-direction, and ensure a safe and productive classroom setting that fosters a sense of community through collaborative educational practices. The course will culminate in evidence-based, practical application of current strategies, theories, or philosophical perspectives related to motivating and engaging all students in a learning community. Candidates will engage in seven hours of preclinical experiences that include both virtual observations of classroom settings and time in a simulated classroom environment where theory can be put into practice. Cross-cutting themes of technology and diversity are interwoven for further development. This course is designed to be taken after successful completion of the Fundamentals of Diverse Learners course.

Fundamentals of Diverse Learners is a key component of WGU's Professional Core and is a required course for all initial licensure candidates. This course prepares candidates to consider and address the wide range of learning needs in the classrooms of today. This course teaches candidates to identify and support the needs of diverse populations of learners, including, for example, students with disabilities (INCLUDING DYSLEXIA), English language learners, and gifted and talented students. Practical strategies for differentiating instruction while creating a safe, inclusive, and culturally responsive learning environment are explored. This course helps candidates develop skills for partnering with parents and advocating for all students, particularly those impacted by provisions of IDEA and Section 504 of the Rehabilitation Act. Multitiered systems of supports are addressed to prepare candidates for their future classrooms as they seek to select appropriate instructional practices and interventions to best serve their students. Candidates will engage in four hours of preclinical experiences that includes a simulated teaching experience in which skills learned can be applied. Cross-cutting themes of technology and diversity are interwoven for further development. This course is designed to be taken after successful completion of the School as a Community of Care course.

Educational Foundations is a key component of WGU's Professional Core and is a required course for all initial licensure candidates. The course provides candidates with early classroom experience where they observe multiple school settings at three different levels of schooling and interview an educator to learn how state standards and various legal and ethical issues affect classrooms today. The course also provides candidates with opportunities to gain foundational knowledge about what it means to be a teacher in the current educational context while exploring their future role within the larger landscape of historical and cultural influences. This course ensures candidates have a firm grasp on important issues affecting educators including state standards-based curriculum, legal and ethical requirements affecting educational opportunities, and professionalism, preparing them for subsequent coursework within the Professional Core and their content area major courses. Five preclinical hours are interwoven throughout this course, and cross-cutting themes of technology and diversity are introduced for further development throughout the candidate’s programs.