Artigos

6.7E: - Matemática


Exercício ( PageIndex {1} )

Para os exercícios a seguir, encontre todos os pontos críticos.

1) ( displaystyle f (x, y) = 1 + x ^ 2 + y ^ 2 )

2) ( displaystyle f (x, y) = (3x − 2) ^ 2 + (y − 4) ^ 2 )

Responder

( displaystyle ( frac {2} {3}, 4) )

3) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 4 + y ^ 4−16xy )

4) ( displaystyle f (x, y) = 15x ^ 3−3xy + 15y ^ 3 )

Responder

( displaystyle (0,0) ( frac {1} {15}, frac {1} {15}) )

Exercício ( PageIndex {2} )

Para os exercícios a seguir, encontre os pontos críticos da função usando técnicas algébricas (completando o quadrado) ou examinando a forma da equação. Verifique seus resultados usando o teste de derivadas parciais.

5) ( displaystyle f (x, y) = sqrt {x ^ 2 + y ^ 2 + 1} )

6) ( displaystyle f (x, y) = - x ^ 2−5y ^ 2 + 8x − 10y − 13 )

Responder

Máximo em ( displaystyle (4, −1,8) )

7) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + y ^ 2 + 2x − 6y + 6 )

8) ( displaystyle f (x, y) = sqrt {x ^ 2 + y ^ 2} +1 )

Responder

Mínimo relativo em ( displaystyle (0,0,1) )

Exercício ( PageIndex {3} )

Para os exercícios a seguir, use o teste da segunda derivada para identificar quaisquer pontos críticos e determinar se cada ponto crítico é um máximo, mínimo, ponto de sela ou nenhum deles.

9) ( displaystyle f (x, y) = - x ^ 3 + 4xy − 2y ^ 2 + 1 )

10) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2y ^ 2 )

Responder

O teste da segunda derivada falha. Uma vez que ( displaystyle x ^ 2y ^ 2> 0 ) para todos ( displaystyle x ) e ( displaystyle y ) diferente de zero, e ( displaystyle x ^ 2y ^ 2 = 0 ) quando tanto ( displaystyle x ) ou ( displaystyle y ) é igual a zero (ou ambos), então o mínimo absoluto ocorre em ( displaystyle (0,0). )

11) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2−6x + y ^ 2 + 4y − 8 )

12) ( displaystyle f (x, y) = 2xy + 3x + 4y )

Responder

( displaystyle f (−2, - frac {3} {2}) = - 6 ) é um ponto de sela.

13) ( displaystyle f (x, y) = 8xy (x + y) +7 )

14) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + 4xy + y ^ 2 )

Responder

( displaystyle f (0,0) = 0; (0,0,0) ) é um ponto de sela.

15) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 3 + y ^ 3−300x − 75y − 3 )

16) ( displaystyle f (x, y) = 9 − x ^ 4y ^ 4 )

Responder

( displaystyle f (0,0) = 9 ) é um máximo local.

20) ( displaystyle f (x, y) = 7x ^ 2y + 9xy ^ 2 )

21) ( displaystyle f (x, y) = 3x ^ 2−2xy + y ^ 2−8y )

Responder

Mínimo relativo localizado em ( displaystyle (2,6) ).

22) ( displaystyle f (x, y) = 3x ^ 2 + 2xy + y ^ 2 )

23) ( displaystyle f (x, y) = y2 + xy + 3y + 2x + 3 )

Responder

( displaystyle (1, −2) ) é um ponto de sela.

24) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + xy + y ^ 2−3x )

25) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + 2y ^ 2 − x ^ 2y )

Responder

( displaystyle (2,1) ) e ( displaystyle (−2,1) ) são pontos de sela; ( displaystyle (0,0) ) é um mínimo relativo.

26) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + y − e ^ y )

27) ( displaystyle f (x, y) = e ^ {- (x ^ 2 + y ^ 2 + 2x)} )

Responder

( displaystyle (−1,0) ) é um máximo relativo.

28) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + xy + y ^ 2 − x − y + 1 )

29) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + 10xy + y ^ 2 )

Responder

( displaystyle (0,0) ) é um ponto de sela.

30) ( displaystyle f (x, y) = - x ^ 2−5y ^ 2 + 10x − 30y − 62 )

31) ( displaystyle f (x, y) = 120x + 120y − xy − x ^ 2 − y ^ 2 )

Responder

O máximo relativo está em ( displaystyle (40,40) ).

32) ( displaystyle f (x, y) = 2x ^ 2 + 2xy + y ^ 2 + 2x − 3 )

33) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + x − 3xy + y ^ 3−5 )

Responder

( displaystyle ( frac {1} {4}, frac {1} {2}) ) é um ponto de sela e ( displaystyle (1,1) ) é o mínimo relativo.

34) ( displaystyle f (x, y) = 2xye ^ {- x ^ 2 − y ^ 2} )

Exercício ( PageIndex {4} )

Para os exercícios a seguir, determine os valores extremos e os pontos de sela. Use um CAS para representar graficamente a função.

35) [T] ( displaystyle f (x, y) = ye ^ x − e ^ y )

Responder

Um ponto de sela está localizado em ( displaystyle (0,0). )

36) [T] ( displaystyle f (x, y) = xsin (y) )

37) [T] ( displaystyle f (x, y) = sin (x) sin (y), x∈ (0,2π), y∈ (0,2π) )

Responder

Há um ponto de sela em ( displaystyle (π, π), ) máximos locais em ( displaystyle ( frac {π} {2}, frac {π} {2}) ) e ( displaystyle ( frac {3π} {2}, frac {3π} {2}) ), e mínimos locais em ( displaystyle ( frac {π} {2}, frac {3π} {2}) ) e ( displaystyle ( frac {3π} {2}, frac {π} {2}) ).

Exercício ( PageIndex {5} )

Encontre os extremos absolutos da função dada no conjunto fechado e limitado indicado ( displaystyle R ).

38) ( displaystyle f (x, y) = xy − x − 3y; R ) é a região triangular com vértices ( displaystyle (0,0), (0,4), ) e ( displaystyle (5,0) ).

39) Encontre os valores absolutos máximo e mínimo de ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + y ^ 2−2y + 1 ) na região ( displaystyle R = {(x, y) ∣ x ^ 2 + y ^ 2≤4}. )

Responder

( displaystyle (0,1,0) ) é o mínimo absoluto e ( displaystyle (0, −2,9) ) é o máximo absoluto.

40) ( displaystyle f (x, y) = x ^ 3−3xy − y ^ 3 ) on ( displaystyle R = {(x, y): - 2≤x≤2, −2≤y≤ 2} )

41) ( displaystyle f (x, y) = frac {−2y} {x ^ 2 + y ^ 2 + 1} ) em ( displaystyle R = {(x, y): x ^ 2 + y ^ 2≤4} )

Responder

Há um mínimo absoluto em ( displaystyle (0,1, −1) ) e um máximo absoluto em ( displaystyle (0, −1,1) ).

Exercício ( PageIndex {6} )

42) Encontre três números positivos cuja soma seja ( displaystyle 27 ), de forma que a soma de seus quadrados seja a menor possível.

43) Encontre os pontos na superfície ( displaystyle x ^ 2 − yz = 5 ) que estão mais próximos da origem.

Responder

( displaystyle ( sqrt {5}, 0,0), (- sqrt {5}, 0,0) )

44) Encontre o volume máximo de uma caixa retangular com três faces nos planos de coordenadas e um vértice no primeiro octante na linha ( displaystyle x + y + z = 1 ).

45) A soma do comprimento e da circunferência (perímetro de uma seção transversal) de uma embalagem transportada por um serviço de entrega não pode exceder ( displaystyle 108 ) pol. Encontre as dimensões da embalagem retangular de maior volume que pode ser enviado.

Responder

( displaystyle 18 ) por ( displaystyle 36 ) por ( displaystyle 18 ) pol.

46) Uma caixa de papelão sem tampa deve ser feita com um volume de ( displaystyle 4 ) pés3. Encontre as dimensões da caixa que requer a menor quantidade de papelão.

47) Encontre o ponto na superfície ( displaystyle f (x, y) = x ^ 2 + y ^ 2 + 10 ) mais próximo do plano ( displaystyle x + 2y − z = 0. ) Identifique o ponto no avião.

Responder

( displaystyle ( frac {47} {24}, frac {47} {12}, frac {235} {24}) )

48) Encontre o ponto no plano ( displaystyle 2x − y + 2z = 16 ) que está mais próximo da origem.

49) Uma empresa fabrica dois tipos de calçados esportivos: tênis de corrida e cross-trainers. A receita total de ( displaystyle x ) unidades de tênis de corrida e ( displaystyle y ) unidades de cross-trainers é dada por ( displaystyle R (x, y) = - 5x ^ 2−8y ^ 2 −2xy + 42x + 102y, ) onde ( displaystyle x ) e ( displaystyle y ) estão em milhares de unidades. Encontre os valores de ( displaystyle x ) e ( displaystyle y ) para maximizar a receita total.

Responder

( displaystyle x = 3 ) e ( displaystyle y = 6 )

50) Uma empresa de transporte lida com caixas retangulares, desde que a soma do comprimento, largura e altura da caixa não exceda ( displaystyle 96 ) pol. Encontre as dimensões da caixa que atenda a essa condição e tenha o maior volume.

51) Encontre o volume máximo de uma lata de refrigerante cilíndrica de modo que a soma de sua altura e circunferência seja ( displaystyle 120 ) cm.

Responder

( displaystyle V = frac {64.000} {π} ≈20.372cm ^ 3 )


Soluções Stewart Calculus 7e Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 1E





Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 2E





Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 3E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 4E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 5E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 6E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 7E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 8E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 9E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 10E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 11E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 12E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 13E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 14E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 15E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 16E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 17E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 18E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 19E


Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 20E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 21E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 22E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 23E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 24E


Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 25E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 26E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 27E


Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 28E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 29E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 30E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 31E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 32E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 33E








Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 34E






Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 35E



Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 36E



Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 37E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 38E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 39E



Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 40E



Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 41E


Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 42E


Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 43E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 44E





Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 45E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 46E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 47E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 48E


Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 49E



Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 50

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 51E


Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 52E






Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 53E




Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 54E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 55E

Capítulo 1 Funções e Limites, Exercício 1.6 56E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 57E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 58E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 59E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 60E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 61E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 62E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 63E

Capítulo 1 Funções e Limites Exercício 1.6 64E












Expressando expoentes em uma calculadora

Em sua forma escrita, a notação científica pareceria estranha em uma calculadora. Seria confuso e não caberia em uma tela pequena. Para evitar esses problemas, os fabricantes criaram um símbolo para "X 10". Este símbolo é E ou e, dependendo da calculadora. Esta letra é sempre seguida por um número, que é o expoente para o qual 10 é elevado.

No visor de uma calculadora, a massa da Terra seria mostrada como 5,97E24 (ou 5,97e24). O número 5,97 é o argumento e o número 24 é o expoente. Da mesma forma, a massa de um átomo de hidrogênio seria 1,67E-27 (ou 1,67e-27).


Calcular raízes quadradas

& quotSó necessário um número. O computador lê unidades de & quot × (10 ^ (- 19)) & quot.

O que estou perdendo aqui? 6,7e-19 NÃO é a raiz quadrada de 6,7e-19.

Como uma observação lateral, geralmente quando a notação e é usada, você a substitui.

estou fazendo meu online como falamos e o problema deles, estou falando, é este

Use sua calculadora para encontrar a raiz quadrada de 6,70 × 10 ^ -19

e eu calculei esse problema no meu cálculo e eu tenho

6.7e ^ -19 e eu digitei no meu hw e está me dando um erro e dizendo
& quotEsta pergunta espera uma resposta numérica & quot

Como disse Berkeman, a resposta não está correta.

Mas eu quero apontar meus sentimentos em relação à notação.
e algo normalmente significa a função expoente - isto é, a base do log natural (e

Se você quiser denotar 10 ^ algo, use a * 10 b ou aEb (o último sendo mais uma notação de engenheiro).

Esta é apenas minha opinião, mas acho que a maioria concordará que usar & quotae b & quot é enganoso.


As equações algébricas são iguais, não importa qual seja o arranjo?

e esta é a mesma versão, mas com outro arranjo:

Eu quero perguntar, são todas as mesmas equações? Ao simplificar uma equação, a ordem em que você coloca as expressões depois de simplificar importa?

Subhotosh Khan

Super moderador

Dê uma olhada na seguinte equação:

Agora, esta é a versão simplificada disso:

e esta é a mesma versão, mas com outro arranjo:

Eu quero perguntar, são todas as mesmas equações? Ao simplificar uma equação, a ordem em que você coloca as expressões depois de simplificar importa?

A primeira coisa sobre o & quotjargon & quot matemático. Aqueles NÃO são equações - as equações devem conter o sinal & quot = & quot.

Sim - essas são todas as mesmas expressões.

Muitas vezes, escrevemos & quot uma maneira ou de outra & quot para tornar a etapa & quotpróxima & quot da operação pretendida fácil de seguir.

Às vezes, esses são escritos em uma ordem específica como & quotprefeitura pessoal & quot.

Membro Elite

O que você listou NÃO são equações. As equações têm sinais de igual. O que você postou são expressões.

Variáveis ​​são números que simplesmente não são conhecidos no momento.

Se algo é verdadeiro para os números, também o é para as variáveis.
Se algo é verdadeiro para variáveis, então é verdadeiro para números.
Se algo NÃO é verdadeiro para números, então NÃO é verdadeiro para variáveis.
Se algo NÃO é verdadeiro para variáveis, então NÃO é verdadeiro para números.

Espero que isso responda a sua pergunta

Mathstriker

Novo membro

A primeira coisa sobre o & quotjargon & quot matemático. Aqueles NÃO são equações - as equações devem conter o sinal & quot = & quot.

Sim - essas são todas as mesmas expressões.

Muitas vezes, escrevemos & quot uma maneira ou de outra & quot para tornar a etapa & quotpróxima & quot da operação pretendida fácil de seguir.

Às vezes, esses são escritos em uma ordem específica como & quotprefeitura pessoal & quot.

A questão é: não sei como e que ordem devo seguir ao simplificar a expressão como esta: 6-7e + 9h-2h + 5e? Quer dizer, como devo escrever a versão simplificada? Com qual expressão devo começar?

Subhotosh Khan

Super moderador

A questão é: não sei como e que ordem devo seguir ao simplificar a expressão como esta: 6-7e + 9h-2h + 5e? Quer dizer, como devo escrever a versão simplificada? Com qual expressão devo começar?

Não importa - em que ordem esses elementos de expressões são mostrando .

Se você precisar Avalie a expressão, em determinados valores de e e h, você precisará seguir a regra de PEMDAS (ou BODMAS)

HallsofIvy

Membro Elite

A questão é: não sei como e que ordem devo seguir ao simplificar a expressão como esta: 6-7e + 9h-2h + 5e? Quer dizer, como devo escrever a versão simplificada? Com qual expressão devo começar?

Para escrever a & quots versão simplificada & quot, escreva-a da forma mais simples possível! Você vê que & quot-7e + 5e & quot é o mesmo que & quot (-7+ 5) e & quot, que é o mesmo que & quot-2e & quot? Você vê que & quot-2e & quot é mais simples do que & quot-7e + 5e & quot? Da mesma forma, você concorda que & quot7h & quot é igual a & quot9h-2h & quot e é semelhante? Portanto, 6- 7e + 9h- 2h + 5e representa o mesmo número que 6- 2e + 7h e a última forma é & quotsimpler & quot.

(Pode haver um exemplo em que a forma é & quotsimpler & quot e a outra está no olho de quem vê!)

JeffM

Membro Elite

Para evitar a repetição, apenas suponha que eu disse o que outros já disseram.

(1) Nós mudamos o Formato de uma expressão para torná-la mais fácil de trabalhar ou entender. (Veja # 6 para elaboração.)

(2) Alterar a forma de uma expressão para torná-la mais fácil de trabalhar freqüentemente, mas não sempre envolve simplificá-lo. Alterar a forma para torná-la mais compreensível quase sempre envolve simplificá-la.

(3) Mudando a forma de uma expressão NÃO MUDA seu valor numérico. É importante entender isso porque, quando mudamos uma equação, que envolve duas expressões, quase sempre mudamos o valor numérico de Ambas expressões por um quantidade numérica igual.

(4) Para simplificar uma expressão, usamos com frequência muito alta quatro das propriedades de campo, que são generalizações de fatos aritméticos.
(i) a + b = b + a e (a + b) + c = a + (b + c), o que significa que alterar a ordem em que fazemos a adição não altera o valor numérico.
(ii) a * b = b * a e (a * b) * c = a * (b * c), o que significa que alterar a ordem em que fazemos a multiplicação não altera o valor numérico.
(iii) a * (b + c) = (a * b) + (a * c).
(iv) a - b - c - d = a - (b + c + d), o que significa que subtrair vários números em sucessão dá o mesmo valor que subtrair a soma desses números.

(5) Uma das maneiras mais simples de simplificar uma expressão é reúna os termos semelhantes e reduza, que significa reunir todos os termos com a variável e sinal idênticos, resumir os termos com variável e sinal semelhantes e os termos líquidos com a mesma variável.

Considere a seguinte expressão confusa.

( displaystyle 4x - 9x + 2y + 3z - 13x + 4z + 2x - 9y - x - 5z + 17x ).

Para simplificar, primeiro reunir termos semelhantes.

( displaystyle 4x - 9x + 2y + 3z - 13x + 4z + 2x - 9y - x - 5z + 17x = )

( displaystyle (4x + 2x + 17x) - (9x + 13x + x) + 2y - 9y + (3z + 4z) - 5z = )

( displaystyle x (4 + 2 + 17) - x (9 + 13 + 1) + 2y - 9y + z (3 + 4) - 5z. )

Próximo, resumir os termos com uma variável semelhante e assinar.

( displaystyle x (4 + 2 + 17) - x (9 + 13 + 1) + 2y - 9y + z (3 + 4) - 5z = )

( displaystyle 23x - 23x + 2y - 9y + 7z - 5z. )

Finalmente, termos líquidos com a mesma variável.

( displaystyle 23x - 23x + 2y - 9y + 7z - 5z = -7y + 2z = 2z - 7y. )

O que é mais fácil de entender, 4x - 9x + 2y + 3z - 13x + 4z + 2x - 9y - x - 5z + 17x ou 2z - 7y?

O procedimento é bastante rotineiro. Posteriormente, você aprenderá a usar atalhos para tornar essa rotina mais rápida, mas basicamente é disso que se trata a simplificação de expressões.


Fatoração RS Aggarwal Classe 8 Maths Solutions Ex 7E

Fatoração RS Aggarwal Classe 8 Maths Solutions Ex 7E

T1

Q2

3º T

Q4

Q5

Q6

Q7

Q8

Q9

Q10

Q11

Q12

Q13

Q14

Q15

Q16

Q17

Q18

Q19

Q20


Escolhendo o curso certo de Matemática para o 11º ano (Matemática Padrão 2, Matemática Avançada, Matemática Extensão 1)

Os diferentes níveis de matemática têm diferentes requisitos de competência e habilidade do aluno. Para ajudar os alunos a determinar qual curso de matemática é apropriado para eles, criamos um fluxograma que ilustra o nível de desempenho que os alunos precisam atingir para os diferentes níveis dos cursos de matemática.

O desempenho dos alunos em Matemática do 10º ano deve determinar o nível de matemática do 11º ano que eles escolhem estudar.

  • Os cursos do Ano 11 e 12 de Matemática Padrão 1 têm como objetivo dar aos alunos proficiência em aspectos práticos da matemática para entrar no mercado de trabalho
  • O Ano 11 e 12 Padrão de Matemática 2 visa desenvolver ainda mais as habilidades de matemática dos alunos, mas não ao nível exigido para diplomas universitários que exigem Matemática Avançada. Os alunos que se saem bem e desejam fazer um curso na universidade que requeira Pré-requisitos de Matemática precisarão realizar um curso provisório, embora este assunto ajude a se preparar para esse estudo provisório.
  • O curso avançado de matemática do ano 11 e 12 é destinado a alunos que demonstraram competência geral em todas as habilidades no curso avançado de matemática do ano 10. Se os alunos tiveram problemas no curso avançado de matemática do ano 10, eles devem considerar fazer o curso avançado de matemática do ano 11.
  • Se os alunos tiveram um bom desempenho no Ano 10 em Matemática Avançada, eles devem considerar fazer o curso de Extensão 1 em Matemática do Ano 11.
  • O curso de Extensão 1 em Matemática do 11º e 12º ano é destinado a alunos que demonstraram domínio das habilidades no curso Avançado de Matemática do 10º ano. Se os alunos tiveram um bom desempenho no Ano 10 em Matemática Avançada, eles devem considerar fazer o curso de Extensão 1 em Matemática do Ano 11.

Vários cursos universitários agora exigem Matemática Avançada ou superior como pré-requisitos

As universidades estão começando a introduzir os pré-requisitos de Matemática e / ou disciplinas recomendadas com resultado mínimo de HSC para vários cursos.

Clique aqui para obter uma tabela dos diplomas da Universidade de Sydney que exigirão um pré-requisito de matemática.

    • O curso de Matemática Avançada (2 unidades) é o mais apropriado para cursos universitários, como Ciências da Vida, Negócios, Finanças, Tecnologia e Educação.
    • O curso de Matemática Extensão 1 é o mais adequado para cursos universitários, como Física, Química, Engenharia, Estatística e Ciência da Computação.

    Foi originalmente escrito sobre uma letra omitida ou várias letras como uma abreviatura do escriba, ou "marca de suspensão" e "marca de contração", [2] mostrada como uma linha reta quando usada com maiúsculas. Assim, as palavras comumente usadas Anno Domini eram freqüentemente abreviados para A o Dñi, com um terminal elevado com uma marca de suspensão colocada sobre o "n". Essa marca pode denotar a omissão de uma ou várias letras. Isso economizou às custas do trabalho do escriba e do velino e tinta. As cartas européias medievais escritas em latim são em grande parte compostas por essas palavras abreviadas com marcas de suspensão e outras abreviações, apenas palavras incomuns foram fornecidas por extenso.

    TILDE (como um caractere de espaçamento), e há caracteres semelhantes adicionais para funções diferentes. Na lexicografia, o último tipo de til e o travessão, ⁓, são usados ​​em dicionários para indicar a omissão da palavra de entrada. [3]

    Use por escribas medievais Editar

    O texto do Domesday Book de 1086, relativo, por exemplo, ao feudo de Molland em Devon (veja a imagem ao lado), é altamente abreviado conforme indicado por vários tis.

    O texto com abreviações expandidas é o seguinte:

    Mollande tempore regis Edwardi geldabat pro quattuor hidis et uno ferling. Terra est quadraginta carucae. Em dominio sunt tres carucae et decem servi et triginta villani et viginti bordarii cum sedecim carucis. Ibi duodecim acrae prati et quindecim acrae silvae. Pastura tres leugae in longitudine et latitudine. Reddit quattuor et viginti libras ad pensam. Huic manerio est adjuncta Blachepole. Elwardus tenebat tempore regis Edwardi pro manerio et geldabat pro dimidia hida. Terra est duae carucae. Ibi sunt quinque villani cum uno servo. Valet viginti solidos ad pensam et arsuram. Eidem manerio est injuste adjunto Nimete et valet quindecim solidos. Ipsi manerio pertinet tercius denário de Hundredis Nortmoltone et Badentone et Brantone et tercium animal pasturae morarum.

    Papel das máquinas de escrever mecânicas Editar

    A incorporação do til no ASCII resulta directamente do seu aparecimento como personagem distinto nas máquinas de escrever mecânicas portuguesas do final do século XIX. Este símbolo não existia independentemente como um tipo ou caractere de impressão hot-lead.

    Em máquinas de escrever projetadas para idiomas que usam diacríticos rotineiramente (acentos), um mecanismo de tecla morta foi fornecido: uma marca é feita quando uma tecla morta é digitada, mas, ao contrário das teclas normais, o carro de papel não se move. Para obter uma letra acentuada, o digitador primeiro digitou o diacrítico desejado e, em seguida, digitou a letra a ser acentuada. Como a chave diacrítica - uma 'tecla morta' - não moveu o papel, a carta foi impressa com o acento impresso anteriormente. Para adicionar um diacrítico a uma letra maiúscula em algumas máquinas de escrever, a versão em maiúsculas [elevado] do acento pode ser produzida usando ⇧ Shift mais a tecla diacrítica. Em outros, no entanto, a barra de tipos tinha dois diacríticos diferentes para que os usuários só pudessem adicionar acentos às letras minúsculas sem intervenção manual ou outro ajuste.

    O til ASCII centralizado Editar

    ASCII incorporou muitos dos diacríticos minúsculos sobreimpressos de máquinas de escrever, incluindo til. A impressão sobreposta foi projetada para funcionar colocando um código de retrocesso entre os códigos para letras e diacríticos. No entanto, mesmo naquela época, os mecanismos que poderiam fazer essa ou qualquer outra impressão sobreposta não estavam amplamente disponíveis, não funcionavam com letras maiúsculas e eram impossíveis em monitores de vídeo, com o resultado de que este conceito não obteve uma aceitação significativa. Consequentemente, muitos desses diacríticos (e o sublinhado) foram rapidamente reutilizados pelo software como sintaxe adicional, basicamente se tornando novos tipos de símbolos sintáticos que uma linguagem de programação poderia usar. À medida que esse uso se tornou predominante, o design do tipo evoluiu gradualmente, de modo que esses caracteres diacríticos se tornaram maiores e mais centrados verticalmente, tornando-os inúteis como diacríticos sobrepostos, mas muito mais fáceis de ler como caracteres independentes que passaram a ser usados ​​para propósitos totalmente diferentes e novos.

    Conforme indicado pela origem etimológica da palavra "til" em inglês, este símbolo foi intimamente associado ao idioma espanhol. A conexão decorre do uso do til acima da letra ⟨n⟩ para formar a letra (diferente) ⟨ñ⟩ em espanhol, uma característica compartilhada por apenas alguns outros idiomas, a maioria dos quais estão historicamente ligados ao espanhol. Essa peculiaridade pode ajudar falantes não nativos a identificar rapidamente um texto como escrito em espanhol, com poucas chances de erro. Além disso, a maioria dos falantes nativos, embora não todos, usam a palavra español para se referir ao seu idioma. Particularmente durante a década de 1990, intelectuais e meios de comunicação de língua espanhola demonstraram apoio ao idioma e à cultura, defendendo esta carta contra as tendências de globalização e informatização que ameaçavam removê-la de teclados e outros produtos e códigos padronizados. [4] [5] O Instituto Cervantes, fundado pelo governo da Espanha para promover a língua espanhola internacionalmente, escolheu como logotipo um Ñ altamente estilizado com um til grande. O canal de notícias 24 horas CNN nos Estados Unidos posteriormente adotou uma estratégia semelhante em seu logotipo existente para o lançamento de sua versão em espanhol. E, da mesma forma que a National Basketball Association (NBA), a seleção espanhola masculina de basquete é apelidada de "ÑBA".

    Em espanhol, a própria palavra til é usado mais geralmente para sinais diacríticos, incluindo o acento agudo que marca o estresse. [6] O diacrítico

    é mais comumente chamado virgulila ou la tilde de la eñe, e não é considerado um acento em espanhol, mas simplesmente uma parte da letra ñ (muito parecido com o ponto sobre ı cria um caractere i que é familiar aos leitores de inglês).

    Uso comum Editar

    Este símbolo (em inglês americano) informalmente [7] significa "aproximadamente", "sobre" ou "ao redor", como "

    30 minutos antes de ", significando"aproximadamente 30 minutos antes ". [8] [9] Pode significar" semelhante a ", [10] incluindo" da mesma ordem de magnitude que ", [7] como:" x

    y "significa que xey são da mesma ordem de magnitude. Outro símbolo de aproximação é o til duplo ≈, que significa" aproximadamente igual a ". [8] [10] [11] O til também é usado para indicar congruência de formas colocando-o sobre um símbolo =, assim: 1. No campo da computação, especialmente em sistemas baseados em Unix, o til indica o diretório pessoal do usuário.

    No uso digital mais recente, tis em cada lado de uma palavra ou frase às vezes chegam a transmitir um tom particular que "permite que as palavras incluídas representem sinceridade e ironia", o que pode neutralizar preventivamente uma reação negativa. [12] Por exemplo, o jornalista do BuzzFeed Joseph Bernstein interpreta os tis no seguinte tweet:

    agora terá um link para algumas das (imho) # Bestof2014 leituras de esportes. se você odeia coisas boas, silencie essa hashtag. "

    como forma de deixar claro que tanto o autor quanto o leitor estão cientes de que a frase anexa - "espírito da temporada" - "é clichê e sabemos que essa qualidade está abaixo de nosso autor, e não queremos que você pense que nosso o autor é geralmente uma pessoa clichê ". [12] [b]

    Edição de uso diacrítico

    Em alguns idiomas, o til é uma marca diacrítica colocada sobre uma letra para indicar uma mudança em sua pronúncia:

    Edição de arremesso

    O til foi usado pela primeira vez na ortografia politônica do grego antigo, como uma variante do circunflexo, representando um aumento no tom seguido por um retorno ao tom padrão.

    Edição de abreviatura

    Mais tarde, foi usado para fazer abreviações em documentos latinos medievais. Quando um ⟨n⟩ ou ⟨m⟩ seguia uma vogal, era frequentemente omitido e um til (fisicamente, um pequeno ⟨N⟩) era colocado sobre a vogal anterior para indicar a letra que faltava, esta é a origem do uso do til para indicar nasalização (compare o desenvolvimento do trema como uma abreviatura de ⟨e⟩.) A prática de usar o til sobre uma vogal para indicar a omissão de um ⟨n⟩ ou ⟨m⟩ continuou em livros impressos em francês como um meio de reduzindo o comprimento do texto até o século 17. Também era usado em português e espanhol.

    O til também foi usado ocasionalmente para fazer outras abreviações, como sobre a letra ⟨q⟩, fazendo q̃, para significar a palavra That ("que").

    Edição de Nasalização

    É também como um pequeno ⟨n⟩ que o til se originou quando escrito acima de outras letras, marcando um ⟨n⟩ latino que havia sido omitido no antigo galego-português. No português moderno, indica nasalização da vogal base: mão "mão", de Lat. manu- razões "razões", de Lat. raciones. Esse uso foi adotado na ortografia de várias línguas nativas da América do Sul, como Guarani e Nheengatu, bem como no Alfabeto Fonético Internacional (IPA) e em muitos outros alfabetos fonéticos. Por exemplo, [ljɔ̃] é a transcrição IPA da pronúncia do nome do lugar francês Lyon.

    Em bretão, o símbolo ⟨ñ⟩ depois de uma vogal significa que a letra ⟨n⟩ serve apenas para dar à vogal uma pronúncia nasalada, sem ser pronunciada, como normalmente é. Por exemplo, ⟨an⟩ fornece a pronúncia [ãn] enquanto ⟨añ⟩ fornece [ã].

    Na romanização DMG do árabe tunisino, o til é usado para as vogais nasais õ e ṏ.

    Palatal n Editar

    O tilded ⟨n⟩ (⟨ñ⟩, ⟨Ñ⟩) desenvolvido a partir do dígrafo ⟨nn⟩ em espanhol. Neste idioma, ⟨ñ⟩ é considerada uma letra separada chamada eñe (IPA: [ˈEɲe]), em vez de uma combinação de letras diacríticas, é colocado nos dicionários espanhóis entre as letras ⟨n⟩ e ⟨o⟩. Em espanhol, a palavra til na verdade, refere-se a diacríticos em geral, e. o sotaque agudo em Jose, [13] enquanto o diacrítico em ⟨ñ⟩ é chamado de "virgulilla" (IPA: [birɣuˈliʝa]). [14] Os idiomas atuais nos quais o tilded ⟨n⟩ (⟨ñ⟩) é usado para a consoante nasal palatal / ɲ / incluem:

    Edição de tom

    Em vietnamita, um til sobre uma vogal representa um tom crescente e rangente (ngã) As letras com o til não são consideradas parte do alfabeto vietnamita.

    Edição do alfabeto fonético internacional

    Na fonética, um til é usado como um diacrítico que é colocado acima de uma letra, abaixo dela ou sobreposto no meio dela:

    • Um til acima de uma letra indica nasalização, por exemplo, [ã], [ṽ].
    • Um til sobreposto no meio de uma letra indica velarização ou faringealização, por ex. [ɫ], [z̴]. Se nenhum caractere Unicode pré-composto existir, o caractere Unicode
    • U + 0334 ◌̴ OVERLAY COMBINANDO TILDE pode ser usado para gerar um.
    • Um til abaixo de uma letra indica laringealização, por ex. [d̰]. Se nenhum caractere Unicode pré-composto existir, o caractere Unicode
    • U + 0330 ◌̰ COMBINAR TILDE ABAIXO pode ser usado para gerar um.

    Edição de extensão de letra

    Em estoniano, o símbolo ⟨õ⟩ representa a vogal não arredondada do meio das costas e é considerado uma letra independente.

    Outros usos Editar

    Alguns idiomas e alfabetos usam o til para outros fins:

      : Um símbolo semelhante ao til (U + 0653 ـٓ ARABIC MADDAH ACIMA) é usado sobre a letra ⟨ا⟩ (/ a /) para se tornar ⟨آ⟩, denotando um som / aː / longo. : O tilded ⟨G̃⟩ (note que ⟨G / g⟩ com til não está disponível como um glifo pré-composto em Unicode) representa a consoante velar nasal. Além disso, o tilded ⟨y⟩ (⟨Ỹ⟩) representa a vogal superior central arredondada nasalizada [ɨ̃]. Munduruku, Parintintín e duas grafias mais antigas de palavras filipinas também usam ⟨g̃⟩. : Um til (

    Caracteres Unicode pré-compostos Editar

    The following letters using the tilde as a diacritic exist as precomposed or combining Unicode characters:

    Carta Code point Nome
    U+1EB4 LATIN CAPITAL LETTER A WITH BREVE AND TILDE
    U+1EB5 LATIN SMALL LETTER A WITH BREVE AND TILDE
    U+1EAA LATIN CAPITAL LETTER A WITH CIRCUMFLEX AND TILDE
    U+1EAB LATIN SMALL LETTER A WITH CIRCUMFLEX AND TILDE
    Ã U+00C3 LATIN CAPITAL LETTER A WITH TILDE
    ã U+00E3 LATIN SMALL LETTER A WITH TILDE
    U+1D6C LATIN SMALL LETTER B WITH MIDDLE TILDE
    U+1D6D LATIN SMALL LETTER D WITH MIDDLE TILDE
    U+1EC4 LATIN CAPITAL LETTER E WITH CIRCUMFLEX AND TILDE
    U+1EC5 LATIN SMALL LETTER E WITH CIRCUMFLEX AND TILDE
    U+1E1A LATIN CAPITAL LETTER E WITH TILDE BELOW
    U+1E1B LATIN SMALL LETTER E WITH TILDE BELOW
    U+1EBC LATIN CAPITAL LETTER E WITH TILDE
    U+1EBD LATIN SMALL LETTER E WITH TILDE
    U+1D6E LATIN SMALL LETTER F WITH MIDDLE TILDE
    U+1E2C LATIN CAPITAL LETTER I WITH TILDE BELOW
    U+1E2D LATIN SMALL LETTER I WITH TILDE BELOW
    Ĩ U+0128 LATIN CAPITAL LETTER I WITH TILDE
    ĩ U+0129 LATIN SMALL LETTER I WITH TILDE
    U+2C62 LATIN CAPITAL LETTER L WITH MIDDLE TILDE
    ɫ U+026B LATIN SMALL LETTER L WITH MIDDLE TILDE
    U+AB5E MODIFIER LETTER SMALL L WITH MIDDLE TILDE
    U+AB38 LATIN SMALL LETTER L WITH DOUBLE MIDDLE TILDE
    ◌ᷬ U+1DEC COMBINING LATIN SMALL LETTER L WITH DOUBLE MIDDLE TILDE
    U+1D6F LATIN SMALL LETTER M WITH MIDDLE TILDE
    U+1D70 LATIN SMALL LETTER N WITH MIDDLE TILDE
    Ñ U+00D1 LATIN CAPITAL LETTER N WITH TILDE
    ñ U+00F1 LATIN SMALL LETTER N WITH TILDE
    U+1ED6 LATIN CAPITAL LETTER O WITH CIRCUMFLEX AND TILDE
    U+1ED7 LATIN SMALL LETTER O WITH CIRCUMFLEX AND TILDE
    U+1EE0 LATIN CAPITAL LETTER O WITH HORN AND TILDE
    U+1EE1 LATIN SMALL LETTER O WITH HORN AND TILDE
    U+1E4C LATIN CAPITAL LETTER O WITH TILDE AND ACUTE
    U+1E4D LATIN SMALL LETTER O WITH TILDE AND ACUTE
    U+1E4E LATIN CAPITAL LETTER O WITH TILDE AND DIAERESIS
    U+1E4F LATIN SMALL LETTER O WITH TILDE AND DIAERESIS
    Ȭ U+022C LATIN CAPITAL LETTER O WITH TILDE AND MACRON
    ȭ U+022D LATIN SMALL LETTER O WITH TILDE AND MACRON
    Õ U+00D5 LATIN CAPITAL LETTER O WITH TILDE
    õ U+00F5 LATIN SMALL LETTER O WITH TILDE
    U+1D71 LATIN SMALL LETTER P WITH MIDDLE TILDE
    U+1D73 LATIN SMALL LETTER R WITH FISHHOOK AND MIDDLE TILDE
    U+1D72 LATIN SMALL LETTER R WITH MIDDLE TILDE
    U+AB68 LATIN SMALL LETTER TURNED R WITH MIDDLE TILDE
    U+1D74 LATIN SMALL LETTER S WITH MIDDLE TILDE
    U+1D75 LATIN SMALL LETTER T WITH MIDDLE TILDE
    U+1EEE LATIN CAPITAL LETTER U WITH HORN AND TILDE
    U+1EEF LATIN SMALL LETTER U WITH HORN AND TILDE
    U+1E78 LATIN CAPITAL LETTER U WITH TILDE AND ACUTE
    U+1E79 LATIN SMALL LETTER U WITH TILDE AND ACUTE
    U+1E74 LATIN CAPITAL LETTER U WITH TILDE BELOW
    U+1E75 LATIN SMALL LETTER U WITH TILDE BELOW
    Ũ U+0168 LATIN CAPITAL LETTER U WITH TILDE
    ũ U+0169 LATIN SMALL LETTER U WITH TILDE
    U+1E7C LATIN CAPITAL LETTER V WITH TILDE
    U+1E7D LATIN SMALL LETTER V WITH TILDE
    U+1EF8 LATIN CAPITAL LETTER Y WITH TILDE
    U+1EF9 LATIN SMALL LETTER Y WITH TILDE
    U+1D76 LATIN SMALL LETTER Z WITH MIDDLE TILDE

    Punctuation Edit

    The tilde is used in various ways in punctuation:

    Range Edit

    In some languages (though not generally in English), [ citação necessária ] a tilde-like wavy dash may be used as punctuation (instead of an unspaced hyphen, en dash or em dash) between two numbers, to indicate a range rather than subtraction or a hyphenated number (such as a part number or model number). For example, "12

    3" means "up to three", and "100

    " means "100 and greater". East Asian languages almost always use this convention, but it is often done for clarity in some other languages as well. Chinese uses the wavy dash and full-width em dash interchangeably for this purpose. In English, the tilde is often used to express ranges and model numbers in electronics, but rarely in formal grammar or in type-set documents, as a wavy dash preceding a number sometimes represents an approximation (see below).

    Approximation Edit

    Before a number the tilde can mean 'approximately' '

    42' means 'approximately 42'. [17] When used with currency symbols that precede the number (national conventions differ), the tilde precedes the symbol, thus for example '

    $10' means 'about ten dollars'. [18]

    The symbols (almost equal to) and (approximately equal to) are among the other symbols used to express approximation.

    Japanese Edit

    O wave dash ( 波ダッシュ , nami dasshu) is used for various purposes in Japanese, including to denote ranges of numbers, in place of dashes or brackets, and to indicate origin. The wave dash is also used to separate a title and a subtitle in the same line, as a colon is used in English.

    When used in conversations via email or instant messenger it may be used as a sarcasm mark.

    The sign is used as a replacement for the chouon, katakana character, in Japanese, extending the final syllable.

    Unicode and Shift JIS encoding of wave dash Edit

    In practice the full-width tilde ( 全角チルダ , zenkaku chiruda) , Unicode U+FF5E, is often used instead of the wave dash ( 波ダッシュ , nami dasshu) , Unicode U+301C, because the Shift JIS code for the wave dash, 0x8160, which is supposed to be mapped to U+301C, [19] [20] is instead mapped to U+FF5E [21] in Windows code page 932 (Microsoft's code page for Japanese), a widely used extension of Shift JIS.

    This avoided a shape definition error in the Unicode code charts: the wave dash reference glyph in JIS / Shift JIS [22] [23] matches the Unicode reference glyph for U+FF5E, [24] while the reference glyph for U+301C [25] was reflected, incorrectly, [26] when Unicode imported the JIS wave dash. In other platforms such as the classic Mac OS and macOS, 0x8160 is correctly mapped to U+301C. It is generally difficult, if not impossible, for users of Japanese Windows to type U+301C, especially in legacy, non-Unicode applications.

    A similar situation exists regarding the Korean KS X 1001 character set, in which Microsoft maps the EUC-KR or UHC code for the wave dash (0xA1AD) to U+223C (Tilde Operator), [27] [28] while IBM and Apple map it to U+301C. [29] [30] [31] Microsoft also uses U+FF5E to map the KS X 1001 raised tilde (0xA2A6), [28] while Apple uses U+02DC (˜). [31]

    The current Unicode reference glyph for U+301C has been corrected [26] to match the JIS standard [32] in response to a 2014 proposal, which noted that while the existing Unicode reference glyph had been matched by fonts from the discontinued Windows XP, all other major platforms including later versions of Microsoft Windows shipped with fonts matching the JIS reference glyph for U+301C. [33]

    The JIS / Shift JIS wave dash is still formally mapped to U+301C as of JIS X 0213, [34] whereas the WHATWG Encoding Standard used by HTML5 follows Microsoft in mapping 0x8160 to U+FF5E. [35] These two code points have a similar or identical glyph in several fonts, reducing the confusion and incompatibility.

    Mathematics Edit

    As a unary operator Edit

    A tilde in front of a single quantity can mean "approximately", "about" or "of the same order of magnitude as."

    In written mathematical logic, the tilde represents negation: "

    p" means "not p", where "p" is a proposition. Modern use often replaces the tilde with the negation symbol (¬) for this purpose, to avoid confusion with equivalence relations.

    As a relational operator Edit

    In mathematics, the tilde operator (Unicode U+223C), sometimes called "twiddle", is often used to denote an equivalence relation between two objects. Thus " x

    y " means " x is equivalent to y ". It is a weaker statement than stating that x equals y . The expression " x

    y " is sometimes read aloud as " x twiddles y ", perhaps as an analogue to the verbal expression of " x = y ". [36]

    The tilde can indicate approximate equality in a variety of ways. It can be used to denote the asymptotic equality of two functions. For example, f ( x )

    A tilde is also used to indicate "approximately equal to" (e.g. 1.902

    = 2). This usage probably developed as a typed alternative to the libra symbol used for the same purpose in written mathematics, which is an equal sign with the upper bar replaced by a bar with an upward hump, bump, or loop in the middle (︍︍♎︎) or, sometimes, a tilde (≃). The symbol "≈" is also used for this purpose.

    In physics and astronomy, a tilde can be used between two expressions (e.g. h

    10 −34 J s ) to state that the two are of the same order of magnitude. [7]

    In statistics and probability theory, the tilde means "is distributed as" [7] see random variable.

    A tilde can also be used to represent geometric similarity (e.g. ∆ ABC

    ∆ DEF , meaning triangle ABC is similar to DEF ). A triple tilde () is often used to show congruence, an equivalence relation in geometry.

    As an accent Edit

    A tilde placed below a letter in mathematics can represent a vector quantity (e.g. ( x 1 , x 2 , x 3 , … , x n ) = x ∼ ,x_<2>,x_<3>,ldots ,x_)=> >>> ).

    In statistics and probability theory, a tilde placed on top of a variable is sometimes used to represent the median of that variable thus y

    In machine learning, a tilde may represent a candidate value for a cell state in GRUs or LSTM units. (e.g. c̃)

    Physics Edit

    Often in physics, one can consider an equilibrium solution to an equation, and then a perturbation to that equilibrium. For the variables in the original equation (for instance X ) a substitution X → x + x

    A tilde is also used in particle physics to denote the hypothetical supersymmetric partner. For example, an electron is referred to by the letter e, and its superpartner the selectron is written .

    Economics Edit

    For relations involving preference, economists sometimes use the tilde to represent indifference between two or more bundles of goods. For example, to say that a consumer is indifferent between bundles x e y, an economist would write x

    Electronics Edit

    It can approximate the sine wave symbol (∿, U+223F), which is used in electronics to indicate alternating current, in place of +, −, or ⎓ for direct current.

    Linguistics Edit

    The tilde may indicate alternating allomorphs or morphological alternation, as in //ˈniː

    knelt (the plus sign '+' indicates a morpheme boundary). [39] [40]

    The tilde may represent some sort of phonetic or phonemic variation between two sounds, which might be allophones or in free variation. For example, [χ

    x] can represent "either [χ] or [x] ".

    In formal semantics, it is also used as a notation for the squiggle operator which plays a key role in many theories of focus. [41]

    Edição de Computação

    Directories and URLs Edit

    Computer languages Edit

    The tilde is used in the AWK programming language as part of the pattern match operators for regular expressions:

    A variant of this, with the plain tilde replaced with =

    , was adopted in Perl, and this semi-standardization has led to the use of these operators in other programming languages, such as Ruby or the SQL variant of the database PostgreSQL.

    In APL and MATLAB, tilde represents the monadic logical function NOT, and in APL it additionally represents the dyadic multiset function sem (set difference).

    In C the tilde character is used as bitwise NOT unary operator, following the notation in logic (an ! causes a logical NOT, instead). This is also used by most languages based on or influenced by C, such as C++, D and C#. The MySQL database also use tilde as bitwise invert [45] as does Microsoft's SQL Server Transact-SQL (T-SQL) language. JavaScript also uses tilde as bitwise NOT, and because JavaScript internally uses floats and the bitwise complement only works on integers, numbers are stripped of their decimal part before applying the operation. This has also given rise to using two tildes

    x as a short syntax for a cast to integer (numbers are stripped of their decimal part and changed into their complement, and then back).

    In C++ and C#, the tilde is also used as the first character in a class's method name (where the rest of the name must be the same name as the class) to indicate a destructor – a special method which is called at the end of the object's life.

    In ASP.NET application tilde ('

    ') is used as a shortcut to the root of the application's virtual directory.

    In the CSS stylesheet language, the tilde is used for the indirect adjacent combinator as part of a selector.

    In the D programming language, the tilde is used as an array concatenation operator, as well as to indicate an object destructor and bitwise not operator. Tilde operator can be overloaded for user types, and binary tilde operator is mostly used to merging two objects, or adding some objects to set of objects. It was introduced because plus operator can have different meaning in many situations. For example, what to do with "120" + "14" ? Is this a string "134" (addition of two numbers), or "12014" (concatenation of strings) or something else? D disallows + operator for arrays (and strings), and provides separate operator for concatenation (similarly PHP programming language solved this problem by using dot operator for concatenation, and + for number addition, which will also work on strings containing numbers).

    In Eiffel, the tilde is used for object comparison. Se uma e b denote objects, the boolean expression uma

    b has value true if and only if these objects are equal, as defined by the applicable version of the library routine is_equal, which by default denotes field-by-field object equality but can be redefined in any class to support a specific notion of equality. Se uma e b are references, the object equality expression uma

    b is to be contrasted with uma = b which denotes reference equality. Unlike the call uma.is_equal (b), the expression uma

    b is type-safe even in the presence of covariance.

    In the Apache Groovy programming language the tilde character is used as an operator mapped to the bitwiseNegate() method. [46] Given a String the method will produce a java.util.regex.Pattern. Given an integer it will negate the integer bitwise like in C. =

    can in Groovy be used to match a regular expression. [47] [48]

    In Haskell, the tilde is used in type constraints to indicate type equality. [49] Also, in pattern-matching, the tilde is used to indicate a lazy pattern match. [50]

    In the Inform programming language, the tilde is used to indicate a quotation mark inside a quoted string.

    In "text mode" of the LaTeX typesetting language a tilde diacritic can be obtained using, e.g.,

    , yielding "ñ". A stand-alone tilde can be obtained by using extasciitilde or string

    . In "math mode" a tilde diacritic can be written as, e.g., ilde . For a wider tilde widetilde can be used. The sim command produce a tilde-like binary relation symbol that is often used in mathematical expressions, and the double-tilde ≈ is obtained with approx . The url package also supports entering tildes directly, e.g., url

    name> . In both text and math mode, a tilde on its own (

    ) renders a white space with no line breaking.

    In MediaWiki syntax, four tildes are used as a shortcut for a user's signature.

    In Common Lisp, the tilde is used as the prefix for format specifiers in format strings. [51]

    In Max/MSP, a tilde is used to denote objects that process at the computer's sampling rate, i.e. mainly those that deal with sound.

    In Standard ML, the tilde is used as the prefix for negative numbers and as the unary negation operator.

    In OCaml, the tilde is used to specify the label for a labeled parameter.

    In R, the tilde operator is used to separate the left- and right-hand sides in a model formula. [52]

    In Object REXX, the twiddle is used as a "message send" symbol. For example, Employee.name

    lower() would cause the lower() method to act on the object Employee 's name attribute, returning the result of the operation.

    returns the object that received the method rather than the result produced. Thus it can be used when the result need not be returned or when cascading methods are to be used. team

    insert("Steve") would send multiple concurrent insert messages, thus invoking the insert method three consecutive times on the team object.

    Backup filenames Edit

    The dominant Unix convention for naming backup copies of files is appending a tilde to the original file name. It originated with the Emacs text editor [53] and was adopted by many other editors and some command-line tools.

    e assim por diante. It didn't catch on, as the rise of version control software eliminates the need for this usage.

    Microsoft filenames Edit

    The tilde symbol is also often used to prefix hidden temporary files that are created when a document is opened in Windows. For example, when a document "Document1.doc" is opened in Word, a file called "

    $cument1.doc" is created in the same directory. This file contains information about which user has the file open, to prevent multiple users from attempting to change a document at the same time.

    Other uses Edit

    Computer programmers use the tilde in various ways and sometimes call the symbol (as opposed to the diacritic) a squiggle, squiggly, ou twiddle. According to the Jargon File, other synonyms sometimes used in programming include não, approx, wiggle, enyay (after eñe) and (humorously) sqiggle / ˈ s k ɪ ɡ əl / . It is used in many languages as a binary inversion operator, swapping a number's binary 1's and 0's for example

    1010) is equal to 5 (binary 0101).

    Juggling notation Edit

    In the juggling notation system Beatmap, tilde can be added to either "hand" in a pair of fields to say "cross the arms with this hand on top". Mills Mess is thus represented as (

    This section contains uncommon Unicode characters. Without proper rendering support, you may see question marks, boxes, or other symbols instead of the intended characters.

    Unicode has code-points for many forms of tilde, for symbols incorporating tildes, and for characters visually similar to a tilde:

    Most modern proportional fonts align the plain ASCII spacing tilde at the same level as dashes, or only slightly upper. This distinguishes it from the small tilde ( ˜ ) introduced with Windows-1252, which is always raised. But in some monospace fonts, especially used in text user interfaces, ASCII tilde character is raised too. This apparently is a legacy of typewriters, where pairs of similar spacing and combining characters relied on one glyph. Even in line printers' age character repertoires were often not large enough to distinguish between plain tilde, small tilde and combining tilde. Overprinting of a letter by the tilde was a working method of combining a letter.

    Where a tilde is on the keyboard depends on the computer's language settings according to the following chart. On many keyboards it is primarily available through a dead key that makes it possible to produce a variety of precomposed characters with the diacritic. [ citação necessária ] In that case, a single tilde can typically be inserted with the dead key followed by the space bar, or alternatively by striking the dead key twice in a row.

    To insert a tilde with the dead key, it is often necessary to simultaneously hold down the Alt Gr key. With a Macintosh either of the Alt/Option keys function similarly.

    In the US and European Windows systems, the Alt code for a single tilde is 126 .


    Assista o vídeo: Criando coloração com nuances (Outubro 2021).